Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Wonder woman

"It´s impossible until you get it"

Wonder woman

"It´s impossible until you get it"

Ter | 24.10.17

Dia de treta

Wonder Woman

Que dia de treta... Começar o dia atrasada e terminar o dia após a hora de saída.. ainda perder o comboio e apanhar o outro apenas porque tive que correr.. que dia de treta..  

Só espero que o abraço que me espera me faça apagar este dia..

 

Porra, que dia de treta

Seg | 23.10.17

Find myself...

Wonder Woman

Dia de folga durante a semana é sinal de muitas horas sozinha. Estive sozinha desde que acordei até a hora da minha mini me sair das escola 17h30.. São muitas horas sozinha, o suficiente para ficar mais melancólica e achar que vou ficar para sempre sozinha.

 

Mas tento aproveitar sempre da melhor forma, lendo, cozinhando para a semana, compras de supermercado, e além disso tudo conseguir ter um tempo para voltar a correr e meditar.

Desta vez usei a app da Xiaomi Band, ainda atrofiei um pouco mas gostei bastante mais desta app. Pus iniciar actividade Walking em vez da Running e só no fim depois de correr aquilo tudo é que vi que coloquei na opção errada. Mas não difere muito apenas tem outros detalhes no fim.

 

Fiz 4,12 km em 51 minutos, não é muito mas estou á um mês parada. No meio do caminho de regresso parei para meditar um pouco, outra coisa que também não fazia á imenso tempo, e com o pico do treino e baixo ritmo da meditação consegui destressar e obter a paz que procurava sem saber...

IMG_20171023_112209.jpg

 Momentos....

 

Agora vou ali comer chocolate suíço para apagar as magoas e as dores das pernas....

sejam felizes

Seg | 23.10.17

Dicas para pessoas demasiado ocupadas....

Wonder Woman

Chegar a um dia de semana às 20h30 e ainda ter de dar banho e fazer o jantar dos mais pequenos, depois de um dia horrivelmente stressante de trabalho é deprimente. Portanto a minha dica, que eu aplico muito aqui em casa é: confeccionar pratos para depois congelar em doses.

 

Aqui faz-se estufados, comida de forno, bolonhesa, carnes assadas, peixes gratinados, legumes assados, empadões, lasanhas.. E sem nunca esquecer da sopa, é crucial ter sopa congelada para aqueles dias colocar a sopa a aquecer no tacho enquanto se trata do banho, depois acompanhar com tostas e queijo.

Tenho sempre carnes/peixe confeccionado no congelador depois faço massa, arroz ou saladas.

 

Dicas:

  • É importante colocar etiquetas com a data ou com caneta de acetado;
  • As caixas devem ser de vidro e bem vedadas para não ficar com sabor a gelo;
  • Nunca ficam mais de um mês no congelador, por norma faço só o suficiente para essa semana ( aproveito sempre um dia das folgas para preparar as refeições da semana);
  • Nunca por na mesma gaveta alimentos cozinhados com alimentos crus, uma gaveta para os cozinhados e outra para os crus;
  • Quando se coloca novos e se ainda houver restantes caixas da semana anterior, puxar os mais antigos para a frente e colocar os novos atrás (FIFO first in, first out; ou PEPS primeiro a entrar, primeiro a sair);
  • Ter sempre polpa de tomate caseira ou caldos legumes/carne/peixe em doses de couvete de gelo congelados também facilita a vida e não usamos nada com químicos.

Para aquecer dar prioridade ao  tacho ou ao forno, fica melhor em termos de sabor.. mas se tiver muita pressa pode-se sempre aquecer no microondas, eu não sou fã.

Evito também enlatados, comidas rápidas e prontas de supermercado, não custa nada e sempre sabe-se o que come.

 

Enfim, espero que seja útil para alguém

Sejam felizes

Seg | 23.10.17

I'm in a crowd but i'm still alone

Wonder Woman

Sinto-me numa bolha... uma bolha que me impede de conectar com o resto do mundo.

Tenho imensa dificuldade em conectar-me com alguém.. sorrio, falo e até aparento ser uma pessoa extrovertida, mas não consigo conectar-me. Não consigo estabelecer relações..Quanto menos me der, menos conseguirão afectar-me.

Apenas os que são meus chegados é que conseguem conhecer-me, mas mesmo assim tenho sempre algumas reticencias.

 

Mas há alturas que cansa.. simplesmente cansa de se sentir só. Por muito acompanhado que se esteja acompanhado, e se fale ou se rie, sinto-me só..

in_a_crowd_but_still_alone_by_marii85.jpg

 

Acho que só preciso daquele abraço que junte, como se de cola trata-se, todos os pedaços de mim. Mas o meu abraço anda demasiado ocupado..

"Big girl's don't cry"... nunca esquecer...

 

I'm wonder... the wonder woman

Vamos ser felizes sim?

 

Dom | 22.10.17

#leituras #trêslivrosnummês #opiniões #antisocial

Wonder Woman

Em menos de um mês li três livros, "como de água para chocolate" de Laura Esquivel, "escrito na água" de Paula Hawkins e "origem" de Dan Brown. Este último foi o que demorei mais tempo, demorei uma semana, mais concretamente 6 dias..

 

E agora vocês pensam, tal como os meus mais chegados pensam, "ela tem imenso tempo para ler!". Não! Não tenho... Eu tenho uma rotina agitada, nunca paro no mesmo sítio e nem todos os dias durmo na minha casa. Mas faço por ler. 

 

Se chego um pouco mais cedo ao trabalho aproveito os 15 minutos para ler, se vou a caminhar para o trabalho vou a ler ( sim consigo andar a ler, é a mesma coisa que se eu andasse a mexer no telemóvel como muitos), á noite troco a TV pelo livro (passo dias sem ver TV) e na hora de almoço passo o tempo todo a ler ( já nem se metem comigo). 

 

Tenho a capacidade de desligar e entranhar na história do livro, tenho sempre o switch On/off. E consigo estar numa multidão a ler, o ruído não me afecta.

 

Sou anti-social, e estou novamente a ignorar as restantes pessoas. Não tenho paciência, sempre os mesmo dramas, sempre os mesmos "diz que disse". Como prefiro manter à parte dessas coisas desligo-me e entro num livro. Enquanto leio não penso nos problemas, enquanto leio ninguém me chateia e enquanto estou lá enfiada no meio de uma história todo o mundo ao redor desaparece.

 

Portanto sim, leio três livros em menos de um mês e já comecei outro. 

Não há dinheiro que consiga fazer frente ao meu vicio portanto já ando com livros emprestados.

 

Sobre os livros:

-"Como de água para chocolate" não gostei, a história de uma novela mexicana é demasiado fantasiada para mim. A única coisa que gostei foi de ter as receitas no início de cada capítulo. 

Sinopse

Tita nasceu na cozinha da casa da família, quando sua mãe estava cortando cebolas. Logo em seguida, seu pai morreu de um ataque cardíaco ao ter sua paternidade questionada. Por essa razão, Tita tornou-se vítima de uma tradição local, que dizia que a filha mais nova não poderia casar para cuidar da mãe até a sua morte.

Ao crescer, Tita se apaixona por Pedro Muzquiz, que corresponde e quer casar com ela, mas a mãe da moça proíbe o casamento, e sugere que ele se case com Rosaura, a irmã dois anos mais velha de Tita. O rapaz aceita, pois esta é a única maneira de se manter perto de Tita.

 

-"Escrito na água": gostei bastante, é um thriller cheio de mistérios. A meio já desconfiava quem era o assansino mas eu sou demasiado perspicaz.

Sinopse:

 Nel vivia obcecada com as mortes no rio. O rio que atravessava aquela vila já levara a vida a demasiadas mulheres ao longo dos tempos, incluindo, recentemente, a melhor amiga da sua filha. Desde então, Nel vivia ainda mais determinada a encontrar respostas.

Agora, é ela que aparece morta. Sem vestígios de crime, tudo aponta para que Nel se tenha suicidado no rio. Mas poucos dias antes da sua morte, ela deixara uma mensagem à irmã, Jules, num tom de voz urgente e assustado. Estaria Nel a temer pela sua vida?

Que segredos escondem aquelas águas?Para descobrir a verdade, Jules ver-se-á forçada a enfrentar recordações e medos terríveis há muito submersos naquele rio de águas calmas, que a morte da irmã vem trazer à superfície.

 

-"Origem": darem-me um livro de Dan Brown é terem certeza absoluta de que vou gostar de algo. Eu adoro este autor, autor do meu livro preferido "Código da Vinci". O mistério, os puzzles, os porquês. E o Origem não desiludiu em nada, Dan Brown nunca desilude. Demoro mais tempo a ler porque quero ter atenção aos promenores.

 

 sinopse:

Bilbau, Espanha.
Robert Langdon, professor de simbologia e iconologia religiosa da universidade de Harvard, chega ao ultramoderno Museu Guggenheim de Bilbau para assistir a um grandioso anúncio: a revelação da descoberta que «mudará para sempre o rosto da ciência.» O anfitrião dessa noite é Edmond Kirsch, bilionário e futurista de quarenta e dois anos cujas espantosas invenções de alta tecnologia e audazes previsões fizeram dele uma figura de renome a nível global. 

Kirsch, um dos primeiros alunos de Langdon em Harvard, duas décadas atrás, está prestes a revelar um incrível avanço científico… que irá responder a duas das perguntas mais fundamentais da existência humana. No início da noite, Langdon e várias centenas de outros convidados ficam fascinados com a apresentação tão original de Kirsch, e Langdon percebe que o anúncio do amigo será muito mais controverso do que ele imaginava. Mas aquela noite tão meticulosamente orquestrada não tardará a transformar-se num caos e a preciosa descoberta do futurista pode muito bem estar em vias de se perder para sempre.

Em pleno turbilhão de emoções e em perigo iminente, Langdon tenta desesperadamente fugir de Bilbau. Tem ao seu lado Ambra Vidal, a elegante diretora do Guggenheim que trabalhou com Kirsch na organização daquele provocador evento. Juntos, fogem para Barcelona, com a perigosa missão de localizarem a palavra-passe que os ajudará a desvendar o segredo de Kirsch.

Percorrendo os escuros corredores de história oculta e religião extremista, Langdon e Vidal têm de fugir de um inimigo atormentado que parece tudo saber e que parece até de alguma forma relacionado com o Palácio Real de Espanha… e que fará qualquer coisa para silenciar para sempre Edmond Kirsch.

Numa viagem marcada pela arte moderna e por símbolos enigmáticos, Langdon e Vidal vão descobrindo as pistas que acabarão por conduzi-los à chocante descoberta de Kirsch… e a uma verdade que até então nos tem escapado e que nos deixará sem fôlego.

 

Sejam felizes

 

Dom | 22.10.17

Ensino público.. sim!

Wonder Woman

Sempre ouvi dizer que de pequenino se torce o pepino. 

E assim o é aqui em casa.

 

A escola nova da minha pequena tem-me surpreendido pela positiva, promovem o exercício físico, a cultura e actividades engraçadas para as crianças. Além de que incentivam a levar escovas e pastas de dentes para a escola para que eles lavem os dentes após o almoço.

Os dos quarto ano apadrinham os do primeiro e assim os pequeninos não se sentem tão deslocados.

Além disso todos finais de semana se tiverem a avaliação diária toda positiva as professoras dão um miminho para trazerem para casa.

 

Outra coisa que me surpreendeu foi promoverem a leitura, bem ela ainda não sabe ler mas já trás livros da biblioteca para eu lhe ler. E num mundo em que a tecnologia abunda e que acaba por se sobrepor á cultura muitas vezes, é muito bom que ainda promovam a leitura.

Ela já adorava livros, agora temos mais um motivo para ler 😀

Para mim é muito bom

 

Sejam felizes

Sab | 21.10.17

O que é orgulho?

Wonder Woman

Orgulho é aquela sensação que transborda do peito, sem qualquer descrição possível. Aquela baba que escorre sem que se queira.

 

Quando ela nasceu nunca pensei nesta parte, tinha apenas um bebé que eu tinha medo de partir, oh se tinha. Custava dar-lhe banho, parecia tão frágil e pequena, mesmo que me dissessem que a minha bebé era maior que o normal, pois ela vestiu logo roupa para um mês.

Aquele sentimento de medo de falhar que sempre tive naquela altura agravou. E se deixa-se ela cair? E se não a alimenta-se como deve de ser? E se não limpa-se aquelas dobrazinhas Michelin que a pele dela fazia, como deve de ser? 

Sempre fui demasiado exigente comigo mesma e continuo a sê-lo.

 

Mas agora estamos noutra fase, numa fase completamente nova, uma fase em que ela já está mais crescida, que está a aprender a juntar as letras, que tem festas de amigos e obriga a mãe a ser sociável, que tem responsabilidades de trabalhos de casa e que obriga a mãe a sentar com ela a explicar como se faz, que já se acha demasiado crescida e esperta e que mete a mãe a pensar que já não deve falar com ela como se fosse bebé, e que a mãe olha para o tamanho da roupa que compra e pensa "como cheguei aqui tão depressa?". 

IMG_20171021_090535.jpg

 

Ser mãe é a tarefa mais gratificante do mundo. Difícil, exigente mas a melhor tarefa da vida de uma pessoa. Nunca me poderei arrepender pois foi ela que me ensinou a viver, a nunca desistir e a que nunca mais entra-se em depressão.

 

Ela é o meu orgulho

Sejam felizes

 

Sex | 20.10.17

Os namorados das outras...

Wonder Woman

Oferecem pulseiras, super femininas com brilhantes e cenas pirosas... O meu não. Nop nada disso!

 

O meu namorado sabe que não gosto de bijuterias.. O meu geek da tecnologia, ofereceu-me uma xiaomi band.. a única pulseira que aguento no pulso...

 

A xiaomi band, além de mostrar a data e hora ( banal), conta os passos, os km percorridos, as calorias gastas e os batimentos cardíacos. A pulseira está ligada ao teu smartphone por Bluetooth e na APP aparece mais opções. 

Na APP consegues ver o registos, a actividade física que fizeste como o Runtastic e ainda monitoriza o sono, quantas horas se dorme, o sono leve e o sono profundo. Tem ainda a opção de vibrar se estiveres demasiado tempo sentado e vibrar se receber uma SMS ou chamada..

Além disso pode-se estabelecer objectivos e quando são cumpridos ela vibra.

 

 

 

201606309322239menyh.jpg

 

Gosto mesmo desta minha pulseira... Vamos ver por quanto tempo...

Sejam felizes

Sex | 20.10.17

Sabem quando...

Wonder Woman

Quando a frustração se apodera da nossa mente e do nosso corpo.. quando tudo parece estar a descarrilar..

Conhecem a sensação?

 

Todos os dias as mesmas tarefas, todos os dias a mesma rotina, todos os dias os mesmos dramas e stresses, todos os dias as mesmas ausências..

Basicamente é o resumo desta semana. Frustração... That's all

 

Pág. 1/2